Como utilizar a AIDA (atenção, interesse, desejo e ação) para atrair clientes, engajar e vender mais!
Saiba como atrair clientes através da AIDA (atração, interesse, desejo e ação).

Como utilizar a AIDA (atenção, interesse, desejo e ação) para atrair clientes, engajar e vender mais!

Já ouviu falar na AIDA? Nesse texto você vai conhecer essa maravilhosa ferramenta que vai mudar a forma como você atrai seus clientes. Poderá gerar interessar pela sua empresa, gerar desejo por seus produtos e vender!

Não é de hoje que inúmeras empresas se estapeiam para conquistar a única coisa que importa no mercado: o cliente. Aquela pessoinha maravilhosa, capaz de tornar todos os seus sonhos realidade.

O problema é que o cliente vive acuado. São muitas pessoas oferecendo sorrisos com intuito de apenas vender alguma coisa e depois sair da vida dele, como se não tivesse significado nada pra eles. E o cliente? Ah o cliente não é desses.

Mas então, como fazer para atrair o cliente e provar pra ele que somos diferentes? Que nos importamos e pensamos num futuro com ele?

Bom, para isso podemos contar com uma velha amiga, a AIDA. Muito usada desde de sempre, mas pouco conhecida, a AIDA é uma estratégia de venda e seu nome é formado pelas letras iniciais de cada um de seus processos: Atração, Interesse, Desejo e Ação.

Pensa que todo cliente é um espectador da Netflix solteiro numa sexta a noite, sem dinheiro e cansado. Ele decidiu ficar em casa e ver um filme, mas tem alguns processos importantes pela frente, desde a escolha até a confirmação e no fim a felicidade de ter tido uma sexta maravilhosa.

Nesse contexto, pense em cada filme como uma empresa e que cada empresa tem um tempo curtíssimo para atrair o jovem expectador, isso vai ser feito com a capa do filminho. Depois de atrair terá algum tempo a mais para gerar interesse, essa missão fica por conta da descrição (que gostaria de dizer que as do Netflix as vezes me deixam mais indeciso rs) ou com o trailer se houver.

Ainda não acabou, agora vem o início do filme, os primeiros momentos de um filme vão ditar se haverá o desejo de terminar ou não, muita coisa influencia aí, empatia com as personagens, como o filme foi filmado, para que público ele foi pensado e principalmente a apresentação da história.

Estamos quase no fim, o roteiro e o desfecho do filme vão ditar agora qual será a ação do jovem rapaz. A primeira opção é ele ir dormir feliz da vida e no dia seguinte indicar o filme, o diretor, os atores e por fim a Netflix. A segunda opção é ele ir dormir puto da vida, por que o filme o fez perder um tempo valioso da vida em que ele poderia estar vendo, sei lá, uns episódios do chaves!

Essa foi uma analogia boba, mas que ilustra bem como a AIDA funciona, mas é claro que vai ter explicação de item por item, fica comigo.

 

Atenção: como chamar a atenção do seu cliente.

Vamos detalhar essa que é uma das mais difíceis partes da estratégia AIDA. Hoje em dia, nos são apresentados milhares, milhões de estímulos visuais com intuito de nos oferecer alguma coisa, seja um produto ou um serviço ou mesmo informação com intuito de formar uma opinião. Hoje, acredito que atenção é um dos ativos mais importantes que uma empresa pode conquistar. Então se liga em algumas dicas sobre como conquistar a atenção do seu público:

1- Saiba muito, mas muito mesmo sobre ele. Repito: MUITO MESMO! Como pelo amor de nossas mãezinhas você pretende chamar a atenção de alguém que você não sabe o que agrada, o que busca, como anda a vida e tudo mais? Saber quem é seu público e o que ele espera de você é uma ótima forma de entender o que vai chamar a atenção dele. Então invista tempo nisso. Pensa nele como um(a) ex, sabe aquele que você tira sempre algumas horinhas na semana para stauquear e sofrer? Então, bora aproveitar melhor esse tempo.

2 – Se seu plano é chamar atenção nas redes sociais, invista na imagem. Simmm! A imagem é importante. Ah Josimar, mas sempre ouvi dizer que o conteúdo é Rei. Ok. Concordo, mas concorda que uma bela rainha faz toda diferença no reino? A questão é, para que a pessoa conheça o seu conteúdo ele precisa primeiro chamar a atenção. Então, dedique algum tempo para a criação das imagens dos seus posts, isso fará total diferença quando alguém estiver passando a timeline distraidamente e se deparar com a sua imagem maravilinda no meio do caminho.

3 – Ainda sobre a imagem do seu post, invista na headline. Para quem não sabe, a headline é o textinho da imagem ou no inicio da postagem, não pode ser longo quando estiver na imagem, pois senão você não consegue impulsionar, mas tem que ser extremamente atrativo. Usar gatilhos mentais aqui ajuda bastante: curiosidade, escassez, medos, sonhos, desejos. Se você não sabe o que são gatilhos mentais, não se preocupe, estou preparando um conteúdo mara sobre isso.

4 – Se você estiver escrevendo um artigo ou mesmo gravando um vídeo para o YouTube, o título de ambos também tem que ser muito atrativo, aqui as regras são as mesmas que na headline das redes sociais, até porque não deixa de ser uma também, a diferença é que nesse tipo de headline você tem mais liberdade com o tamanho do texto, mas cuidado para não exagerar.

Bom por aqui você já pode ter uma boa ideia de como chamar mais a atenção do seu público (a AIDA é maravilhosa neh?), não esqueça de adaptar sempre para o seu tipo de negócio e o canal que você utiliza.

 

Interesse: como gerar interesse para seus seguidores.

Essa, se você entendeu a pegada da Atração vai ser fácil. A questão é que se você conseguiu atrair seu público, das duas uma: ou você estudou muito bem ele, ou você acertou por acaso. Se você acertou por acaso, Deus te ajude a partir daqui, já que eu não posso fazer mais nada por você. Agora, se você foi um bom menino ou menina e fez seu papel direitinho, está mas do que preparado para gerar interesse.

Para isso vamos pensar na seguinte situação: você sai para conhecer alguém e durante as duas horas do seu encontro com essa pessoa, ela apenas falou dela mesma, sobre como ela é inteligente, bonita, maravilhosa, malhada e tudo mais que ela poderia ser na vida. Qual a sensação que você tem? Rolaria um segundo encontro? Você se sentiria a vontade? Então por que você acha que seu cliente iria gostar de no primeiro encontro com você ouvir você falar exclusivamente de você, da sua empresa, do seu produto e de como tudo isso é maravilhoso.

Na real, seu cliente está mais interessado em saber sobre o quanto você se importa com o problema dele. Em geral, depois de chamar atenção do seu cliente, é só inverter o papel e dar atenção a ele. Ele precisa aqui, saber que você o conhece, que sabe qual o problema dele, que se importa e que isso é mais importante do que vender para você. Vender é e sempre será uma consequência da relação de confiança que você gera com seu cliente a partir da AIDA ou de qualquer outra técnica eficiente que você use.

Então se você tem um petshop não fale de ração, fale de alimentação saudável para cães, de por que a escolha de uma boa ração é importante, sobre cuidados com filhotes e etc. Se você é médico, dê dicas de saúde, de alimentação, tire dúvidas, fale sobre mitos e verdades. Se é advogado, fale sobre direitos, sobre novidades na área jurídica, traduza termos complicados e torne-os simples para um leigo. Enfim, crie conteúdo relevante para seu cliente e com certeza ele se interessará por você, pelo seu negócio e pelo seu produto.

 

Desejo: como fazer o público desejar seu produto.

Essa etapa é bastante complicada para algumas pessoas. As vezes eu to lá, feliz atraindo clientes e gerando conteúdo de qualidade, mas não consigo vender. Toda vez que grito “Olha o pasteeeeeeeeeel” o pessoal que estava super interessado sai correndo;

A questão aqui não é que não se pode anunciar seus produtos… Pode sim, deve na verdade! Mas tem jeitinho. Vem com o tio que o tio explica:

Vamos lá! Você atraiu seu cliente e tem gerado interesse para ele, agora é hora de falar do seu produto. Para isso, você deve associa-lo a um benefício. Por exemplo: vamos supor que você tem um petshop, ai fez uma serie de conteúdos bacanas falando sobre a forma certa de alimentar seu pet, tipos de ração, mitos e verdades sobre alimentação, como usar frutas na alimentação do seu bixinho e todo mundo adorou. No meio dessas postagens você pode colocar algumas opções de alimentação e fazer uma promoção para os seus seguidores, ou apenas falar sobre como você se importa com a saúde dos animais e por isso só vende produto x que está custando x valor. Sacou?

É apresentar seu produto pelo benefício, pelo valor que ele tem para o seu cliente. A venda em seguida será uma consequência. Outra dica aqui é você sempre humanizar, emoções vendem e você precisa ser cheio de emoção para não parecer estar fingindo que se importa. Mais uma vez os gatilhos mentais são importantíssimos, mas sem exageros para não ficar falso.

Lembre-se sempre, todo mundo gosta de comprar, mas ninguém gosta de ser o alvo de uma venda rs. Por isso a AIDA é tão perfeita, o cliente nem sente que estamos vendendo pra ele.

 

Ação: como levar seu cliente para a compra.

Chegar até aqui é estar na pequena área, com o goleiro distraído, mas precisa chutar. A chamada em todos os seus conteúdos. Até porque, se você está criando tudo bonitinho baseado numa estratégia, que por sua vez é baseada na personalidade do seu público, é claro que existe um objetivo, seja uma interação ou levar seu cliente para a sua loja ou para o seu conteúdo. Seja qual for o objetivo, diga!

Você pode usar o Stories para chamar seu público para um conteúdo em sua timeline, você pode pedir para o seu público curtir uma página, acessar um conteúdo, ver um produto, curtir uma publicação, comentar, compartilhar, responder uma pesquisa, entre outras ótimas formas de chamar para uma ação.

Assim você dá continuidade para sua estratégia e depois que dominar esse passo a venda virá por ela mesma.

 

Finalizando o papo sobre a AIDA…

Bom, conversamos bastante e eis que é chegado o fim, mas antes vamos revisar o que aprendemos:

Existe muita gente oferecendo muita coisa e a estratégia AIDA pode te auxiliar a atrair novos seguidores e transforma-los em clientes. Usando a atração para mostrar que você existe, o interesse para mostrar que você se importa, o desejo para provar que o cliente precisa de você e a chamada para ação para direcionar o cliente para o seu objetivo.

É importante saber que no inicio você pode errar algumas vezes antes de acertar, mas depois de acertar, você terá ótimos resultados!

 

E ai? Entendeu tudo direitinho? Ficou com alguma dúvida? Gostou do conteúdo?

Então responde por aqui, ou por e-mail ou pelas nossas redes sociais (Facebook e Instagram)!

Não deixa o amiguinho falando sozinho hein, é feio!

Até a próxima pessoal!

Este post tem 3 comentários

  1. Agência Enso

    Sempre bom saber a opinião de vocês, então comenta aqui!!! Dê sua opinião e faça suas observações. Bora bater um papo pessoal!!!

Deixe uma resposta